Criação de conteúdo vs. Curadoria de conteúdo

Antes de tentar melhorar o seu site com estes criação ou curadoria de conteúdo, é importante saber as diferenças entre os dois, e como eles são semelhantes.

O que é Criação de Conteúdo ?

A criação de conteúdos inclui todos os artigos, posts e imagens que você colocar no seu site ou blog. Para a maioria das pessoas, conteúdo normalmente significa artigos em texto. No entanto, o conteúdo também inclui notícias, links de contato, imagens, vídeos e muito mais. Ele também inclui as suas mensagens nas redes sociais.

Em geral, o conteúdo deve se relacionar diretamente com o foco principal de seu site. Você tem total controle e propriedade sobre esses artigos e outras criações de conteúdo.

O que é Curadoria de Conteúdo?

Curadoria de conteúdo é uma técnica utilizada para popular melhor o seu site ou blog. Com este método, você inclui conteúdos digitais obtidos de terceiros. Você pode usar links ou trechos do artigo como fotos ou gráficos que se relacionam com o tema do site. Curadoria de conteúdo é semelhante a ser um curador de uma galeria ou museu. Você escolhe conteúdos interessantes de outras fontes para usar como sua própria ferramenta de marketing.

Outro aspecto desta estratégia é fazer com que o seu próprio conteúdo seja utilizado em sites relacionados. A curadoria é basicamente a construção de uma biblioteca de conteúdo que seja importante para seus telespectadores.

Benefícios da criação de conteúdo e Curadoria de Conteúdo

A principal vantagem dessas técnicas de marketing é que elas geram conteúdo de SEO para o seu site. Seu objetivo é encontrar ou criar itens de interesse para seus espectadores. Esses espectadores podem compartilhar seu conteúdo em suas redes sociais, o que pode resultar em um aumento de novos visitantes para o seu site. Além disso, é importante adicionar novos conteúdos com frequência para ajudar a aumentar o seu ranking em pesquisas on-line.

Fonte: http://socialsolutionscollective.com/content-creation-vs-curation/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=content-creation-vs-curation

4 formas de publicar conteúdo no LinkedIn

Você tem uma estratégia de conteúdo no LinkedIn ?

Alcance os usuários do LinkedIn conteúdo profissional, valioso, que se destaque, e eles estarão propensos a buscar uma relação de negócios com você.

Neste artigo, são abordadas quatro formas de publicação de conteúdo no LinkedIn:

# 1: Publique na plataforma de publicação do LinkedIn

O LinkedIn recentemente anunciou que todos terão acesso às mesmas ferramentas de criação e compartilhamento de conteúdos que anteriormente tinham sido reservadas apenas aqueles escolhidos a dedo pelo LinkedIn. (O recurso está em fase de implantação. Se você não tem ainda, em breve terá!)

Com o acesso à sua plataforma de publicação, basicamente você terá seu próprio blog dentro da rede. Poderá publicar o seu próprio conteúdo em uma amigável plataforma presente na maior rede de profissionais do mundo.

Uma vez publicado, o seu conteúdo é fixado perto do topo de seu perfil do LinkedIn para que qualquer pessoa ver os seus artigos mais recentes. Assim  se torna mais fácil para os outros lerem e compartilharem seu conteúdo no LinkedIn!

# 2: Alavanque seu SlideShare

Incluir apresentações de SlideShare no seu perfil no LinkedIn ou na página da sua empresa é uma grande jogada de marketing. Isso pode reforçar seus conhecimentos em seu nicho de mercado e ajuda a construir sua reputação como um líder.

# 3 : Direcione cliques

Você pode fazer upload de imagens (como infográficos) em atualizações de status individuais, páginas de empresas, perfis e muito mais. Se a questão é como a sua história pode se destacar das demais a resposta é para criar imagens que falem por si próprias.

Alguns dos posts mais populares no LinkedIn envolvem figuras misturados com texto.

Como o LinkedIn é uma rede profissional, é melhor para compartilhar conteúdo profissional. No entanto, nada impede você de compartilhar conteúdo engraçado ou off-topic como uma mudança de ritmo. Quando bem feito, conteúdo visual divertido pode construir engajamento e ajudar a aumentar seu público.

# 4: Use vídeos

O vídeo é uma ferramenta de marketing versátil. Você pode usá-lo para compartilhar uma entrevista, um trecho de você falando em uma conferência, uma demonstração de como usar o produto ou qualquer coisa que você possa imaginar.

Vídeos humanizam você e sua marca. Quando bem feito, um vídeo pode provocar fortes emoções que levam a um maior engajamento e confiança.

Fonte: http://www.socialmediaexaminer.com/linkedin-content/

Se interessou em conhecer o zMonitor?  Vem bater um papo com a gente!

www.zubit.com.br | 011 3478-2427 | contato@zubit.com.br

Onde está a falha em sua estratégia de mídias sociais?

Eu já passei por isso e provavelmente você também. A campanha de mídias sociais está pronta, lindinha, e você está confiante do futuro sucesso de sua estratégia. O problema é que ela não dá certo. Por que?

Fuçando pela internet, achei um artigo da Heidi Cohen sobre as 13  possíveis falhas na estratégia de mídias sociais, e como mudar esse cenário:

Monitoramento.
Isso significa que você pulou de cabeça nas mídias sociais, mas não está realmente prestando atenção no que está sendo dito nelas. As mídias sociais oferecem diversas oportunidades de interação com diversos públicos, e cabe a você implementar uma estratégia de monitoramento que abranja não apenas suas marcas, mas também o universo de atuação de sua empresa
Dica: Comece ouvindo o ecossistema de mídia social. O ideal é usar uma plataforma de monitoramento. No início estabeleça uma presença menor enquanto aprende como se comporta seu mercado online. Os Alertas do Google também são uma boa pedida.

Falta de objetivos específicos
Como acontece com qualquer atividade na empresa, você deve definir objetivos específicos. Quanto mais concreto melhor. “Gerar dez novos leads em três meses” é melhor do que “melhorar as vendas.”:
Dica: Determine metas para sua atividade de mídia social. Elas devem estar alinhadas com as metas de negócio.

Não entender como seus públicos se engajam com as mídias sociais.
Os clientes que usam as mídias sociais para uma variedade de razões, desde manter-se com os membros da família até a coleta de informações, Você sabe em qual grupo seus públicos se encaixam? Quem são e o que esperam das mídias sociais? Mais do que isso, quais mídias eles usam para cada um desses propósitos, e onde você e sua marca se encaixam?
Dica: Crie personas de mídias sociais de seus públicos de interesse para garantir que sua estratégia de mídia social está alinhada com a atividade do seu mercado-alvo.

Nenhum conteúdo além de promocionais.
Postagens promoções em mídias sociais são permitidas, mas com muita sutileza. A mídia social não foi feita para postagens publicitárias de seu site e produtos o tempo todo. Pega mal e o engajamento cai bastante.
Dica: Curadoria! Crie um mix de conteúdos, com texto imagens, pesquisas e o que mais tiver relação com seu universo. A proporção para propagandas deve ser, em média, 1/10.

Branding.
Crie uma personalidade da marca, e mantenha-se fiel a ela. Os comentários e conteúdos  que você postar em seus perfis de mídias sociais devem  incorporar a sua marca para que os participantes possam identificá-lo como seu, sem gastar tempo pensando sobre isso.
Dica: Estender a marca da sua organização para as mídias sociais, apresentar uma marca de 360 ​​° para apoiar os seus esforços de marketing.

Nenhuma formatação especial ou direcionamento no conteúdo que você postar em mídias sociais.
Se o seu conteúdo é difícil de consumir, seja devido à falta de otimização do site para diferentes dispositivos, ou mesmo a linguagem usada,é bem provável que o os usuários fiquem irritados e saiam da página
Dica: Tenha em mente que você deve tornar mais fácil para clientes em potencial para consumir o seu conteúdo, independentemente do dispositivo que esteja usando.

Otimização para pesquisa.
Um dos pontos fortes de incorporar as mídias sociais em seu mix de marketing é melhorar os resultados de  rankings de pesquisa rankings e ao fato de que a mídia social e outros formatos de conteúdo agora aparecem em SERPs (páginas de resultados de pesquisas).
Dica: Certifique-se de seus meios de comunicação sociais são focados em suas principais palavras-chave. Além disso, adicione texto ao seu conteúdo não textual.

Apoio de publicidade.
Estratégias de mídias sociais podem se beneficiar do uso de publicidade de mídia social direcionada. É altamente segmentado e pode produzir resultados surpreendentes.
Dica: Avaliar onde faz sentido adicionar um orçamento publicidade de mídia social.

Envolvimento executivo.
Muitos executivos seniores evitam mídias sociais, principalmente em pequenas empresas, onde cada segundo é extremamente valioso. Se o presidente Obama pode se envolver em mídias sociais, eles também podem.
Dica: Criar oportunidades específicas de interação de seus públicos com o(s) executivo(s) sênior(es). Por exemplo, posts, apresentações no SlideShare, vídeos, podcasts e / ou Google hangouts.

Integração com o resto de seu marketing.
As mídias sociais não são táticas de marketing independentes. Ela requer o apoio de outras mídias e estratégias de seu mix de marketing, além de ajudar a prolongar os resultados d outras estratégias.
Dica: Estabeleça uma lista de elementos, onde as mídias sociais precisam sde suporte do resto de seu marketing, bem como de onde a mídia social pode expandir seu alcance de marketing.

Não há funcionários dedicados.
Se a mídia social não faz parte dado job description de alguém, ela certamente não vai ser trabalhada.
Dica: Certifique-se de que a mídia social é uma parte importante das responsabilidades de alguém. Além disso, crie um conjunto de diretrizes de mídia social para garantir que os funcionários saibam o que podem e não podem fazer em mídias sociais como um colaborador e parte da empresa.

Conteúdo.
As mídias sociais requerem cuidado constante, e um fluxo contínuo de novos conteúdos.
Dica: Criar conteúdo que suporta o processo de compra, como responder às perguntas dos clientes, mostrando aos clientes como utilizar seus produtos, duvidas frequentes, entre outros.

Acompanhar  resultados.
A mídia social produz resultados mensuráveis, acredite ou não. Dito isto, você deve se planejar para o sucesso. Isso significa que você precisa para determinar o que você vai medir e tem uma maneira de controlá-la.
Dica: Incorporar um call-to-action começar a medir resultados.

Que outras falhas você já descobriu em sua estratégia de mídias sociais e o que você fez para corrigi-los?

Você ainda não monitora sua marca? Está na hora de conhecer o zMonitor! Solicite um trial e acompanhe o crescimento e engajamento da sua marca nas redes sociais.

O que são Personas, e como elas podem me ajudar?

Com o crescimento do número de marcas conectando-se a seus públicos de interesse, assim como o aumento da produção de conteúdo, é natural que a qualidade dos materiais entre em declínio, tornando destaque apenas aqueles que trazem informações relevantes. Mas “informações relevantes” é um termo extremamente abrangente, concorda?

O que eu acho “informação relevante” dificilmente vai ser o mesmo que meu pai, ou meu irmão adolescente. Fora a diferença de idade, ainda existe a diferença de interesses e preferências. Ou seja, para se tornar relevante online, é importante saber para quem estamos tentando passar essa mensagem. Inicialmente esse papo parece mais do mesmo, conhecer para quem estamos falando e blábláblá, só que não.

Uma técnica bem interessante para criar conteúdo direcionado para nichos específicos de público é a criação de “Personas” que são arquétipos hipotéticos de públicos de interesse, baseados em estudos ou em observação.

Uma dica prática: Imagine que sua empresa queira se comunicar, pelas mídias sociais, com seus consumidores. A partir de seus conhecimentos e pesquisa sobre esse público, você cria um arquétipo completo (não apenas referenciando as necessidades em relação aos produtos, mas nas ligações e interesses pessoais ). Desse modo é possível identificar oportunidades reais de comunicação e interação, que trarão resultados palpáveis para sua empresa.

Por mais que pareça, é importante ter em mente, que elas não são “pessoas reais”, mas também não são fruto da imaginação, e sim arquétipos construídos com base em estudos rigorosos.

Uma persona deve ter um nome (de novo, não pode ser um chute), informações pessoais (endereço, idade, renda mensal, estado civil, hobby, entre outros),proficiência de informática, línguas faladas, animais de estimação, profissão, informações sobre ambiente de trabalho (ferramentas usadas no dia a dia, relação com o chefe, condições de trabalho), motivações e frustrações, metas para o futuro, principais ídolos, e por fim, uma foto.

As mídias sociais mais efetivas: Infográfico

Apesar de toda a discussão sobre mídias sociais, quais são mais eficazes, tem maior audiência, interação do público, o ideal mesmo seria participar da maioria. Mas como bem sabemos, na maioria das vezes, seja pelo tamanho da equipe ou investimento necessário, não é possível.

O segredo nesse momento é decidir por 3 ou quatro principais mídias sociais, que mais tem a ver com seu negócio ( e qual pode dar um melhor retorno.)

Esse infográfico mostra, por meio de várias análises como número de usuários ativos, principais funcionalidades, capacidades desejáveis, objetivos, perfil do público, qual podem ser as principais redes sociais para sua empresa:

 

Oportunidades do Pinterest para a área da Saúde

A presença social bem-sucedida em uma marca da área da saúde requer uma quantidade considerável de paciência, sensibilidade, compaixão e visão.
Apesar destes desafios, as empresas desta área têm, nas mídias sociais, uma grande oportunidade de se comunicar com seus pacientes e colaboradores.
Por tratar geralmente  de conteúdos que extensos e delicados, as marcas podem usar recursos visuais e mídias dedicadas a imagens,como o Pinterest, educar, mostrar e humanizar por meio de conteúdo visual.

Achamos no Likeable uma lista de como empresas da área da saúde podem se comunicar por meio da ferramenta:

Educar: O Pinterest oferece uma oportunidade perfeita para curar o seu conteúdo informativo e criar um centro de recursos visuais, tanto para sua própria equipe quanto públicos de interesse:

  • Espalhe o conhecimento: Estudos mostram que 60% das pessoas são aprendizes visuais. Então que tal usar toda a informação que você já tem em texto ou em tópicos e transformá-la em infográficos, materiais educativos e informativos. Torne-os facilmente compartilháveis, e eduque sua comunidade e quem mais se interessar pelo tema!
  • Dicas: Que tal postar, periodicamente, dicas de saúde e bem estar que cubram uma enorme gama de assuntos? O potencial para compartilhamento é enorme!

Display de talentos: O Pinterest oferece um local centralizado para você mostrar seus pacientes, médicos e comunidade como um todo.

  • Reconhecer o trabalho: Utilize este espaço para mostrar o trabalho incrível dos funcionários e expressar o seu apreço. Reconhecimento nas mídias sociais para os colaboradores é uma maneira para motivá-los e mostrar seus principais feitos para toda a comunidade e públicos de interesse.
  • Apoio a pacientes: Posts que aumentar a moral dos pacientes atuais são uma ótima maneira de trazer uma noção de comunidade e proximidade, além de mais alegria no local. O Hospital Geral de Massachusetts para Crianças construiu um álbum inspirador que mostra “Visitas Especiais”, e se engajam em um nível pessoal com os pacientes.
Pinterest Massachussets General Hospital
Pinterest Massachussets General Hospital

Humanização:

  • Cultura empresarial: Crie pins mostrando seus valores, visão, missão e cultura. Mostre mais do funcionamento de sua empresa, ao conhecer mais da marca, o engajamento também subirá.

Marcas de saúde têm potencial inexplorado para envolver e informar suas comunidades nas mídias sociais. O Pinterest é uma plataforma ideal para educar, mostrar e humanizar por meio de conteúdo relevante.

3 dicas simples de como melhorar o engajamento de mídias sociais

Hoje em dia a maioria das empresas tem blog.É bem provável que sua empresa tenha um também. E você integra o blog com suas mídias sociais? E sabe como pode fazer isso de maneira otimizada?

Vem, que o post de hoje é sobre isso! :)

Compartilhe os novos posts na sua página

Nem sempre temos inspiração para tudo, eu sei. Posts de blog, facebook, twitter, Google+, LinkedIn, e isso apenas nas mídias sociais. Uma boa maneira de integrar todas as mídias e ainda gerar mais conhecimento sobre sua marca.

Ah, Carol, mas isso é básico. E realmente é, mas às vezes as pessoas se esquecem disso.

Uma boa maneira de aumentar o engajamento nessas postagens é colocar uma imagem (afinal, as mídias estão ficando mais visuais),um texto introdutório e um link encurtado.

Fizemos um post com um infográfico com os melhores horários para postar, mas é importante lembrar que nem todos os ramos tem o mesmo comportamento. O Facebook Insights é ótimo para decidir as postagens nessa rede, por exemplo. Use esses recursos para guiar os horários. Para determinar a maneira que seu público mais se identifica no twitter, é interessante postar o mesmo conteúdo algumas vezes, de maneiras diferentes, ora com o título e o link, ora como  uma variação do título e uma questão relacionada ao post. Você ainda poste usar @ e # (mas por favor, com moderação).

Social Share

Se você ainda não tem botão de compartilhamento social em seu blog, insira assim que possível. Eles te privam daquela tarefinha chata de compartilhar 200 vezes a mesma postagem (é chato, convenhamos) e o potencial de alcance de suas postagens crescem exponencialmente.

Algumas das ferramentas mais usadas são Share This, Shareaholic, Addthis e Digg Digg.

Aqui no blog da Zubit usamos o Shareaholic, que é super simples de instalar e fica no final de cada post links para o compartilhamento social.

Links Patrocinados

Seja para conseguir mais seguidores, ou mesmo aumentar o engajamento em seus posts, os links patrocinados são sempre uma boa pedida. No primeiro caso, é interessante criar diversos tipos de anúncios para entender qual converte melhor. Selecione 3 imagens e três chamadas, faça diversos anúncios misturando-as cada vez de uma maneira diferente e veja qual converte melhor. Arrume os anúncios para CPC (custo por clique) no início para a verba render melhor. Quando identificar o melhor anúncio, apague os demais e mude para CPM.

 

Curtiu? Diga-nos o que achou nos comentários, assim, cada vez mais criamos posts com a sua cara! :)

Pela humanização das marcas nas mídias sociais

Já ligou para call center?

Se não ligou é bem provável que já tenham ligado para você. Na maioria deles, existe um roteiro muito bem ensaiado de atendimento. Nada contra call centers, o roteiro é o que me incomoda.

Pois é, que atire a primeira pedra quem nunca se viu nessa situação. E se as pessoas odeiam TANTO passar por isso, por que vemos tantas pessoas tratando as mídias sociais por roteiros e se esquecendo do usuário na outra ponta?

O sucesso de toda mídia social é diretamente proporcional com a habilidade da marca em se conectar humanamente com seus consumidores. Assim como é impossível conversar com um prédio, é impossível também tentar se conectar sem mostrar um pouco de calor humano. Quem é você atrás da ferramenta?

É óbvio que você não vai contar de sua família ou seu cachorrinho que não sabe usar o jornal, mas compartilhe experiências e opiniões. Não fique em cima do muro para tudo, é tão impessoal, e sinceramente? Não engaja.

Você não é um robô, e muito menos as pessoas que interagem com sua marca, então caso você não tenha carta branca ou experiência para saber exatamente quais opiniões mostrar (e quais não comentar), sempre vale uma conversa com seu superior para entender a personalidade da marca. A partir de um direcionamento sobre qual a filosofia e essência, fica bem mais simples imprimir uma veia humana.

Tanto para aumentar o engajamento de sua marca nas mídias sociais, quanto para proporcionar uma experiência muito melhor para o usuário, seja humano, e seja real.